Sobre

O IAA – Instituto da Administração Automotiva é uma empresa especializada em gestão para empresas de reparação de veículos, cujo modelo foi inspirado no AMI – Automotive Management Institute dos Estados Unidos, trazido e adaptado para o Brasil de forma pioneira no ano de 2001, disponibilizando cursos e palestras relacionados a administração de oficinas e introduzindo o tema da gestão neste setor.

Na década de 90 o profissional Fabio Moraes iniciou uma longa jornada no campo da gestão em oficinas, período este marcado pelo início da informática no país onde os computadores (hardwares) eram os grandes protagonistas, sendo posteriormente substituído em importância pelos (softwares) que até hoje tem sua relevância, seja no papel fiscal/tributário, seja nos controles e inteligência das empresas.

Em 2001 criaram o IAA – Instituto da Administração Automotiva no Brasil com base em modelo norte americano, cuja especialização foi tratar de assuntos de gestão para as empresas de reparação de veículos.

Em 2006 em parceria com o CEA – Centro de Estudos Automotivos criaram o primeiro curso de “Formação Básica para Profissionais da Reparação de Veículos” onde formaram-se as primeiras turmas no Centro Universitário FEI – Faculdade de Engenharia Industrial no campus São Paulo, bairro da liberdade, mediante um corpo docente de grande experiência nas áreas jurídica, marketing, finanças, qualidade e pessoas, totalmente focado em empresas de reparação de veículos.

Em 2018 o IAA expandiram suas ações, e além da capacitação, introduziram a consultoria dedicada a oficina e conteúdos relacionados a gestão do negócio, autodiagnostico virtual da empresa, e em breve disponibilizarão a certificação voluntária do profissional na gestão de oficina, seja ela do segmento de mecânica ou funilaria e pintura.

Em 2018 o IAA expandiu suas ações, além da capacitação, introduziu a consultoria dedicada a oficina e conteúdos relacionados a gestão do negócio, autodiagnostico virtual da empresa e uma certificação voluntária do profissional na gestão de oficina, seja ela do segmento de mecânica ou funilaria e pintura.

Fábio Moraes